Santuário N. Sra. da Conceição

 

A construção desta Igreja foi iniciada em 1727. O risco e a direção das obras são de Manuel Francisco Lisboa, Mestre do Ofício de Carpinteiro e pai do Aleijadinho. Esta Igreja ostenta oito altares laterais, de rica e variada talha barroca, exprimindo direta influência portuguesa.


Em frente ao primeiro altar, à direita, está sepultado Antônio Francisco Lisboa o "Aleijadinho".


No trono do altar-mor encontra-se a imagem da Virgem, modelada em tamanho natural, segundo a Conceição de Murilo, no ano de 1893. as talhas desse altar, em colunas salomônicas, foram executadas pelo Mestre Felipe Vieira (1760-1765).  

  

SALAS DE EXIBIÇÃO PERMANENTE - MUSEU ALEIJADINHO

REFULGÊNCIA
Antiga Sala da Sacristia. Nela encontram-se as peças douradas como cálices, custódias, âmbulas, mobiliário histórico como oratórios, cômodas e meses, além de algumas imagens, com destaque para a de São Francisco de Paula, que tem a cabeça esculpida em pedra-sabão pintada, olhos de vidro, mãos e pés de madeira, obra do Mestre Aleijadinho. A sala conta ainda com um televisor de plasma, no qual são exibidas imagens de douramentos em outras igrejas de Minas Gerais, com música ambiente.

FESTAS RELIGIOSAS
Instalada no consistório da igreja, isto é, na sala acima da sacristia, aí estão as peças relacionadas com as festas na Igreja, tais como imagens de santos, objetos usados nas missas, como turíbulos e navetas, castiçais, cruzes, ou objetos usados na ornamentação das igrejas como palmas e sacras, além de paramentos litúrgicos. Nessa sala estão três Bustos-Relicários atribuídos ao Aleijadinho. A trilha sonora desse ambiente mescla trechos de composições religiosas barrocas, entoadas em Missas e Novenas, com cantos populares também de cunho religioso.

ARTE NA TALHA

Esta sala é um prolongamento do consistório. Nela o visitante tem a oportunidade de observar o processo de entalhamento da madeira desde o inicio, com os traços, até a sua forma final, o douramento.

ENCENAÇÃO DA MORTE
O espaço desta sala foi primeiramente pensado para ser a cripta da igreja. Aí estão os objetos usados em cerimônias fúnebres. Nessa sala estão os quatro leões de essa, que eram usados como suporte de mesas funerárias ou caixões, obras do Aleijadinho, e vários crucifixos, um dos quais atribuídos ao mestre barroco que dá nome ao Museu. Também está em exposição uma cópia do registro de óbito de Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, cujo assentamento está no arquivo histórico da Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Ouro Preto.

AUDITÓRIOS
O Museu possui um pequeno auditório, destinado a eventos como palestras e apresentações, com assentos e equipamentos de áudio e vídeo. Há ainda uma sala de multivisão, onde encontra-se um grande tela para projeção de imagens.

Festas Religiosas


Refulgência


Refulgência


 

Festas Religiosas


Arte na Talha


Arte na Talha


 

Mini-auditório


Sala Multivisão


Sala Multivisão


 

Encenação da Morte


Encenação da Morte


2008 © Todos os direitos reservados ao Museu Aleijadinho
Praça de Antônio Dias - Bairro de Antônio Dias - Ouro Preto, Minas Gerais, Brasil.